Câmara Notícias Em destaque Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, recebe "Título de Cidadão Honorário de Santo André"

Prefeito de São Paulo, Bruno Covas, recebe "Título de Cidadão Honorário de Santo André"

alt


A Câmara Municipal de Santo André outorgou nesta quarta-feira (22/08) o "Título de Cidadão Honorário" ao Excelentíssimo Prefeito de São Paulo, Bruno Covas Lopes. A iniciativa, de autoria do vereador Pedrinho Botaro (PSDB), reuniu autoridades de diversas cidades do Grande ABC em Sessão Solene, incluindo o prefeito de Santo André, Paulo Serra, acompanhado pela primeira-dama Ana Carolina Barreto Serra. Estiveram ainda presentes o prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morand
o, além de José Auricchio Jr., prefeito de São Caetano do Sul. A cerimônia foi presidida por Almir Cicote, vereador e presidente da Câmara Municipal. Outros parlamentares, vereadores e secretários de Santo André também marcaram presença na solenidade.

Bruno Covas Lopes nasceu em Santo (SP), em 7 de abril de 1980. Advogado, economista e político brasileiro. Filiado ao Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB). É neto do ex-governador de São Paulo Mário Covas. Foi secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, presidente da Juventude do PSDB, deputado estadual, deputado federal e vice-prefeito da cidade, assumindo o cargo de prefeito após renúncia de João Doria. Bruno Covas, como é conhecido, é ligado à política desde a infância. Estudou nos colégios Carmo e Lusíadas em Santos. Em 1995, quando foi estudar em São Paulo, no Colégio Bandeirante, teve a oportunidade de morar com seu avô Mário Covas. É graduado em Direito, pela USP (1998-2002), e em Economia, pela PUC-SP (1998-2005). Filiou-se em 1998 ao PSDB e, em 1999, foi eleito o Primeiro Secretário da Juventude do Partido.

Em 2003, foi eleito presidente estadual e já foi também presidente nacional da Juventude Tucana em 2007, permanecendo no cargo até 2011. A sua carreira começou em 2004, ano que se candidatou a vice-prefeito de Santos na chapa de Raul Christiano pelo PSDB.Nos anos de 2005 e 2006, foi assessor da liderança do Governo de Geraldo Alckmin e Cláudio Lembo na Assembleia Legislativa. Em 2006, foi candidato a Deputado Estadual, sendo eleito com 122.312 votos, umas das maiores votações naquela eleição.Em 2010, foi novamente candidato a Deputado Estadua,l agora sendo o mais votado do Estado com 239.150 votos, sendo mais de 131 mil só na capital paulista.

Bruno Covas foi convidado por Geraldo Alckmin para assumir a Secretaria do Meio Ambiente, a partir do início de 2011, ocasião em que se licenciou do cargo de deputado estadual. Na sua primeira legislatura como deputado estadual, foi considerado pelo Movimento Voto Consciente, o deputado mais atuante. (2007/2010). Foi presidente da Comissão de Finanças e Orçamento no primeiro biênio (2007-2008) e relator do Orçamento do Estado por dois anos consecutivos (2009-2010). Integrou ainda as Comissões de Direitos Humanos e de Defesa dos Direitos do Consumidor e foi presidente da Frente Parlamentar de Apoio à Comunidade Luso-Brasileira e Coordenador da Frente DST-Aids. Foi relator de mais de 180 projetos de lei, como a Nota Fiscal Paulista, que diminui a carga tributária e devolve tributo diretamente para o cidadão, e foi presidente da CPI do ECAD, relator da CPI da CDHU e membro da CPI da BANCOOP.

Em 2011, foi assumiu Secretaria do Meio Ambiente no governo de Geraldo Alckmin. Foi eleito deputado federal em 2014, para a 55.ª legislatura (2015-2019). Votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff. Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos. Em suas eleições para Deputado Estadual e Federal, Bruno Covas sempre contou com votação expressiva na cidade de Santo André. Em 2016 foi eleito em primeiro turno a vice-prefeito de São Paulo pelo PSDB na chapa de João Doria e atualmente ocupa o cargo de Prefeito da Cidade de São Paulo.

Em Santo André prestou relevantes serviços na área do meio ambiente, em especial na revitalização e entrega do Parque Estadual Chácara da Baronesa. Beneficiou a população andreense com uma importante área de preservação ambiental com 340 mil m2, que estava há muito tempo abandonada. Após a revitalização, foram implantadas grandes melhorias no Parque, como a construção de quadra poliesportiva, campo de futebol, parquinho, academia ao ar livre e sanitários, além de contar com vigilância patrimonial 24 horas.